Natureza e Felicidade

Foto: Sebastian Voortman/Pexels.com

#fiqueemcasa #conectadonainternet. Isso é o que mais temos feito desde o início da pandemia do Coronavírus. Em função do distanciamento social, também estamos fazendo um distanciamento da natureza. Passeios, trilhas, piqueniques ficaram em segundo plano ao longo desse período. 

Quais os impactos desse contato menos intenso com a natureza? Que efeitos isso pode ter sobre nossos níveis de Felicidade? Neste artigo vamos mergulhar nessas questões. 

A importância do contato com a natureza

Vivemos em uma sociedade onde as pessoas passam cada vez mais tempo dentro de casa e online, especialmente as crianças. Nossos contatos com a natureza são cada vez mais esporádicos e deixamos de aproveitar os efeitos benéficos dessa interação. Um quadro que se intensificou com a pandemia do Coronavírus, o home office, as aulas online e as lives. 

Foto: Jeremy Levin/Pexels.com

Estar em contato com a natureza (até mesmo por meio de vídeos) gera grandes benefícios para nosso cérebro, nossas emoções e pensamentos e para nossas interações sociais. Esse contato ajuda-nos, por um lado, a reduzir a ansiedade, a tensão e o estresse e, por outro lado, a aumentar nossa atenção e nossa habilidade de conectar-se com outras pessoas. E por que o contato com a natureza aumenta os níveis de Felicidade?

Em primeiro lugar por causa da redução do estresse. Em um experimento realizado no Japão, os participantes foram divididos em dois grupos para realizar caminhadas de igual distância e nível de dificuldade. Um grupo foi designado a caminhar em uma floresta; o outro, em um bairro movimentado da cidade. Os resultados mostraram que aqueles que caminharam na floresta apresentaram frequências cardíacas e pressão arterial significativamente mais reduzidas, além de relatarem melhor humor e menos ansiedade, o que sugere que o contato com a natureza produziu um efeito benéfico e diferencial. 

Em estudo similar, dessa vez na Finlândia (o país mais feliz do mundo, veja artigo no blog), pessoas que praticaram caminhadas em um parque urbano ou em uma floresta relataram níveis mais elevados de alívio do estresse do que aquelas que passearam no centro de uma cidade. 

Além de ser boa para o coração e para o cérebro, a natureza também pode ter impactos importantes sobre o nosso humor. Um estudo revelou que uma boa caminhada na natureza reduz a ruminação (a atenção focada nos aspectos negativos de si mesmo) e melhora as emoções mais positivas. Estar em espaços naturais nos faz mais felizes porque nos acalma, alivia o estresse e melhora nosso humor. 

Uma pausa para a natureza

Mesmo antes da pandemia já vivíamos com a tecnologia onipresente, atraindo constantemente nossa atenção. Mas nossos cérebros não passam imunes a esse tipo de bombardeio de informações e estímulos, que pode acabar levando a uma fadiga mental, sobrecarga e esgotamento. Precisamos “restaurar nossa atenção” para voltar a um estado saudável de equilíbrio. A natureza ajuda a restaurar os circuitos de atenção esgotados. 

Se você usa seu cérebro para realizar multitarefas o tempo todo (como a maioria de nós faz, na maior parte dos dias), mas decide fazer uma pausa e sair para uma caminhada (sem seu smartphone), sem dúvida você estará dando uma chance ao seu cérebro para se recompor e se manter saudável.

Foto: Cliford Mervil/Pexels.com

Pesquisas apontam que a natureza nos mantém psicologicamente saudáveis. Ela é um recurso disponível, que muitos de nós podem acessar apenas saindo pela porta de casa. Estar ao ar livre nos dá energia, nos torna mais felizes, ajuda a aliviar o estresse diário, melhora nossa atenção e abre a porta para a criatividade.

Além disso, diferentes tipos de imersão na natureza (paisagens naturais durante uma caminhada, vistas de uma janela, fotos e vídeos de flora e fauna em ambientes residenciais ou de trabalho) são muito positivas para a redução do estresse, para a recuperação mais rápida de doenças, para o bem-estar físico de pessoas idosas e para mudanças comportamentais que melhoram o humor e o bem-estar geral.

Com todos esses benefícios de estar na natureza, provavelmente não é surpresa que ela nos faça sentir mais vivos e nos encoraje, como sociedade, a considerar com mais cuidado como preservamos nossos espaços ao ar livre e nossos parques urbanos.

Felicidade e a conexão com a natureza 

Conectar-se à natureza aumenta os níveis de Felicidade porque sentir-se conectado – seja à sua família, a amigos ou a uma causa importante para você – pode ajudá-lo a se sentir mais feliz. Mesmo que essa ligação tenha ficado mais difícil em tempos de pandemia e de cuidados estritos de saúde pública, uma pequena interação com a natureza pode ajudar a reconectar-se. Por exemplo, perceber algumas coisas boas no mundo natural (até mesmo a árvore do lado de fora de sua janela) pode ajudá-lo a se sentir mais próximo da natureza e mais feliz.

O distanciamento social não pode ser usado como argumento para um distanciamento da natureza. Nem mesmo a alegação de “não ter tempo” justifica essa desconexão. Ainda que possamos estar muito ocupados, sem acesso a espaços ao ar livre ou com dificuldade em estar na natureza, algumas pequenas decisões podem nos auxiliar.

Diminua seu ritmo. Quando você anda mais devagar também respira mais devagar e se sente mais relaxado. À medida que você desacelera, começa a perceber a natureza ao seu redor. Podem ser pequenos detalhes de uma calçada, de um arbusto ou de uma árvore que você nunca notou antes. Olhe ao seu redor conscientemente e veja o que você descobre quando se acomoda nesse ritmo de ser mais natural.

Faça caminhadas na hora do almoço. Dar um breve passeio por um parque na hora do almoço pode ser prazeroso. Até mesmo a caminhada para pegar o seu almoço conta. Passeios, mesmo que rápidos e curtos, por áreas naturais podem ajudar a aliviar o estresse, especialmente durante um dia de trabalho agitado.

Leia ao ar livre. Por que não aprender algo novo ou começar uma nova história enquanto desfruta da natureza? Em vez de sentar-se em casa, pegue um livro ou uma revista e saia para aproveitar o sol e uma boa leitura. A leitura melhora seu bem-estar. Portanto, ler ao ar livre oferece um benefício duplo.

Observe as nuvens. Quando foi a última vez que você parou para observar detidamente as nuvens flutuando acima de você? Isso alivia a mente e acalma. Experimente fazer isso ao final do dia, quando o pôr-do-sol pinta as nuvens de rosa e laranja, ou mesmo os vários tons de cinza em um dia antes de uma tempestade. 

Pequenas e simples decisões que podem conectar mais você à natureza e à sua Felicidade. Como diz um provérbio maori:

“Ilumine seu rosto em direção ao sol e as sombras cairão atrás de você.”

À medida que viramos as costas para a natureza, perdemos nossa fonte natural de Felicidade. Curta mais a natureza. Encontre o seu jeito. E seja feliz!

Que tal reservar alguns minutos dia seu dia para se conectar com a natureza? E quando você retornar, mais tranquilo e renovado após essa conexão, continue acompanhando nossos artigos no blog e nossas dicas diárias no Intagram.

2 respostas para “Natureza e Felicidade”

Os comentários estão fechados.